Notícias

Reportagem no Jornal do Comércio

Seg, 08 de Setembro de 2014

Jornal do Comércio sugere leitura do livro A lógica da economia rural, de Paulo Nicola.

Gerenciamento Rural

O controle dos investimentos rurais, para o agropecuarista e engenheiro civil Paulo Nicola, é muito mais uma questão de hábito do que de conhecimento técnico. Com a experiência que adquiriu como administrador rural, ele escreveu o livro A lógica da economia rural, indicado principalmente a novos empreendedores agrícolas. Para o autor, a propriedade rural é uma empresa e, portanto, é preciso pensar em uma série de questões ao gerenciar a propriedade, a fim de manter a lucratividade. Entre os principais tópicos a serem considerados, estão a meta de produção e índices de fertilidade da terra. Nesse sentido, conhecer o mercado é fundamental, já que cada produto tem suas características específicas, como demanda, oferta e incentivos. De forma pragmática, a obra explica conceitos como a liquidez e as conseqüências dos juros altos nos negócios da agricultura, além de explicar as melhores formas de investir para obter lucro. A comercialização de soja é abordada com destaque por Nicola, que acredita que o mais importante no controle da comercialização do grão é saber quanto ele realmente vale, sem as variações especulativas de estoque e demanda. A importância de uma boa gestão dos investimentos para a sucessão familiar também é um assunto tratado por Nicola. Para o autor, quanto mais longe o agricultor enxergar o negócio, mais sólida a situação será para os sucessores.

Voltar

Índice PAB

11.06.2021
Soja (R$)PAB
157,001,08

Preço Bruto (Centro Oeste do RS)

Entenda o índice PAB
Paulo Nicola

Paulo Nicola

Agropecuarista e engenheiro civil formado pela FURG. Concluiu MBA em Factoring pela FAI. Em 1980 criou a Nicola Engenharia. Atua em planejamento administrativo, financeiro e desenvolvimento empresarial. Membro do conselho de administração do Grupo Nicola. Na região Centro-Oeste do Brasil, administrou uma propriedade rural com 27.000 hectares, e ao Sul, atividades de agricultura, pecuária de corte e gado de cria em áreas que totalizavam 6.000 hectares. Diretor financeiro da Nicola e Fernandes Ltda., empresa que apoia mais de cem pequenas e médias empresas e dezenas de produtores rurais.